Vereadora de Porto Alegre denuncia colega parlamentar à Comissão de Ética da Câmara por importunação sexual e assédio

0
6


Bruna Rodrigues (PCdoB), disse que o parlamentar Alexandre Bobadra (PSL) falou que ela tem “tesão” nele. Vereador afirmou que denúncias são infundadas. Vereadora de Porto Alegre denuncia colega parlamentar por importunação sexual
A vereadora Bruna Rodrigues (PCdoB), denunciou o colega, o parlamentar Alexandre Bobadra (PSL), à Comissão de Ética da Câmara por importunação sexual, assédio moral e quebra de decoro. A discussão entre eles ocorreu na noite de quarta-feira (1º), durante a votação do projeto de extinção dos cobradores de ônibus da Capital.
Bruna escreveu em uma rede social que ouviu do vereador que ela tem “tesão” nele.
“Acabei de ouvir do vereador Alexandre Bobadra que tenho “tesão” nele, uma típica demonstração do machismo que nós mulheres somos submetidas […] Que a Câmara de Vereadores é um espaço hostil às mulheres eu já sabia. Talvez alguns homens desse lugar é que não sabem que sou do tipo das que não leva desaforo pra casa. Medidas estão sendo tomadas!”, escreveu na publicação.
Vereadora Bruna Rodrigues postou no Twitter.
Reprodução/RBS TV
Vereadora de Porto Alegre, Bruna Rodrigues (PCdoB)
Divulgação / Câmara de Vereadores de Porto Alegre
O vereador Bobadra afirmou, em áudio enviado à RBS TV, que as denúncias são “infundadas e mentirosas”. Ele informou que também irá fazer uma representação contra a vereadora.
“Totalmente infundadas, mentirosas. A vereadora Bruna, na reunião de líderes, me chamou de mimado, crianção, machista, fascista. Estou ingressando na comissão de ética por isso, e também estoou ingressando contra ela por denunciação caluniosa”, diz.
Vereador de Porto Alegre, Alexandre Bobadra (PSL)
Divulgação / Câmara de Vereadores de Porto Alegre
Representação feita pela vereadora à Comissão de Ética da Câmara.
Reprodução/RBS TV
VÍDEOS: tudo sobre o RS