A Prefeitura de São Leopoldo, no Vale do Sinos, suspendeu nesta segunda-feira (06) a vacinação de adolescentes menores de 17 anos sem comorbidades contra o coronavírus. A decisão ocorreu após o município ser notificado pela pela Coordenação Estadual de Vigilância em Saúde, órgão subordinado à Secretaria Estadual de Saúde.

No documento, o órgão estadual alegou irregularidades, já que não há autorização do Ministério da Saúde para avanço da campanha em território nacional antes do dia 15 de setembro, data em que a pasta projeta o início da vacinação do restante dos adolescentes.

Em nota, o secretário municipal de Saúde de São Leopoldo, Marcel Frisson, lamentou o ocorrido. Para ele, a decisão foi tomada com base em uma interpretação equivocada.

“Nosso procedimento foi calcado em rigorosa análise sobre o público a ser atendido e cotejando as remessas planejadas pelo Ministério da Saúde no sentido de garantir a cobertura necessária para proteger toda a população de São Leopoldo”, afirmou o Frisson.