Em um ano, 36 quilômetros de tubulações de drenagem de ruas das zonas Centro e Norte de Porto Alegre serão inspecionados por robôs adaptados com câmeras de vídeo. O monitoramento começou na semana passada na avenida Erico Verissimo, na rua Damasco e arredores, no bairro Azenha.

As equipes do Dmae também realizaram a limpeza de bocas de lobo na região. “A vídeo-inspeção permite que a gente vistorie tubulações pluviais sem precisar abrir buracos e bloquear ruas para encontrar os problemas. Estamos privilegiando locais que sofrem com alagamentos frequentes”, afirmou o diretor-geral do Dmae (Departamento Municipal de Água e Esgotos), Alexandre Garcia.

Os serviços são executados por três robôs com câmeras digitais de 15 megapixels. Eles filmam, tiram fotos e geram relatórios detalhados, metro a metro, do estado das redes, identificando anomalias para posterior manutenção, tais como: sujeira, obstruções, trincas, problemas construtivos, operacionais, juntas desalinhadas, rompimentos e ligações.

Assim que algo relevante é encontrado, usa-se um localizador via rádio frequência que define a posição e profundidade onde foi verificado o dano. Além dos robôs com câmeras, as equipes do Dmae contam com um laboratório móvel, com gerador, laptop e software especializado.