(ANSA) – O grupo fundamentalista islâmico Talibã anunciou os nomes do novo governo provisório do Afeganistão na terça-feira (7), sendo que o mulá Mohammad Hasan Akhund será o primeiro-ministro.

Hasan foi o líder afegão durante o primeiro regime do grupo, entre 1996 e 2001, conhecido por ter reprimido intensamente os direitos humanos, especialmente, impondo restrições contra as mulheres.

Além disso, ele está na lista de “terroristas ou associados a terroristas” das Nações Unidas por conta do período que atuou como conselheiro de outro líder talibã, Mullah Omar. Já o “número 2” do novo governo será o mulá Abdul Ghani Baradar, um dos fundadores do grupo e negociador dos extremistas com os Estados Unidos nas reuniões de Doha, no Catar.

Um dos filhos de Omar, mulá Yaqoub, será o ministro da Defesa, e Serajuddin Haqqani será o titular da pasta do Interior. Este último é líder de uma rede de milícias talibãs consideradas próximas aos terroristas da Al Qaeda e é procurado pelo FBI com uma recompensa de US$ 5 milhões.

Para as Relações Exteriores, o Talibã indicou outro membro da equipe de negociação com os EUA, Amir Khan Muttaqui, que também participou do primeiro governo do grupo.

Na coletiva de imprensa, o porta-voz Zabihullah Mujahid afirmou ainda que os problemas de segurança “foram resolvidos” e que esse novo governo deverá “enfrentar os problemas mais imediatos, como o combate à pobreza”. O Talibã voltou ao poder no dia 15 de agosto, após a conquista de Cabul.

Para entender como operar na bolsa através da análise técnica, inscreva-se no curso gratuito A Hora da Ação, com André Moraes.

The post Talibã anuncia novo governo com liderança de Mohammad Hasan appeared first on InfoMoney.