Município pede autorização para “alienar ou transferir, total ou parcialmente” a empresa pelos meios de “desestatização”. Câmara de Vereadores realiza, às 19h, uma audiência pública para discutir a proposta. Funcionários da Carris protestam contra privatização da empresa
Josmar Leite/RBS TV
Os funcionários da Carris protestaram, na manhã desta quinta-feira (12), contra a privatização da empresa, em Porto Alegre. Uma operação tartaruga é promovida pelo Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transporte. A Câmara Municipal de Vereadores realiza, às 19h, uma audiência pública para discutir a proposta encaminhada pelo Executivo, em junho.
Os rodoviários saíram do sindicato e foram em direção à prefeitura. Eles trancaram os corredores de ônibus da Avenida Osvaldo Aranha e passaram pela elevada do Túnel da Conceição, no Centro da Capital.
Rodoviários protestam contra a privatização da Carris em Porto Alegre
No documento enviado à Câmara, o município pede autorização para “alienar ou transferir, total ou parcialmente” a empresa pelos meios de “desestatização”
A avaliação do prefeito Sebastião Melo (MDB) é que o atual modelo de transporte público coletivo entrou em falência.
Nas justificativas do projeto, o Executivo afirma que a queda do número de passageiros e a pandemia agravaram a lógica de funcionamento do sistema. A proposta também cita o aumento da idade dos usuários, o que acarretaria em menos viagens e em mais gratuidades, e a concorrência dos aplicativos de transporte.
VÍDEOS: Tudo sobre o RS