O Brasil alcançou o maior número de doses diárias aplicadas desde o início da campanha de imunização contra Covi-19, em 17 de janeiro. Na terça-feira, 9 (dado mais recente disponível), 359.495 pessoas receberam agulhadas contra a doença em todo o país, de acordo com levantamento em médias móveis do portal Our World in Data, ligado à Universidade de Oxford.

O número de administrações diárias de vacinas contra a Covid-19 no país está em ascensão desde o dia 1º de março. De lá para cá, o ritmo da vacinação aumentou 75%. Embora a aceleração seja um dado positivo, o número ainda é 64% inferior à capacidade do país. Por exemplo, na campanha de imunização contra a gripe de 2020, cerca de 1 milhão de pessoas foram imunizadas por dia.

O ritmo lento está ligado, principalmente, à escassez de doses disponíveis aos brasileiros. O quadro poderá mudar a partir de abril, quando a Fiocruz, principal fornecedora de vacinas para o Ministério da Saúde, 222 milhões de doses asseguradas, passará a entregar grandes cotas de vacinas regularmente, conforme VEJA mostrou anteriormente.

São esperadas entre 6 e 7 milhões vacinas entregues por semana no mês que vem, produzidos pela fundação. Para o mesmo mês, está prevista a disponibilização de aproximadamente 12 milhões de doses da CoronaVac , pelo Instituto Butantan.

Até esta quarta-feira, 10, 8.913.602 brasileiros foram imunizados contra a Covid-19. São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro encabeçam a lista de estados com o maior número de doses aplicadas.

Confira os números da vacinação nos estados e no país atualizados até as 18h desta quarta, 10:

!function(e,t,s,i){var n=’InfogramEmbeds’,o=e.getElementsByTagName(‘script’),d=o[0],r=/^http:/.test(e.location)?’http:’:’https:’;if(/^/{2}/.test(i)&&(i=r+i),window[n]&&window[n].initialized)window[n].process&&window[n].process();else if(!e.getElementById(s)){var a=e.createElement(‘script’);a.async=1,a.id=s,a.src=i,d.parentNode.insertBefore(a,d)}}(document,0,’infogram-async’,’//e.infogr.am/js/dist/embed-loader-min.js’);

 

Continua após a publicidade