Seis cidades do Rio de Janeiro devem receber ainda este ano escolas cívico-militares do governo federal, projeto que é o “xodó” de Jair Bolsonaro no Ministério da Educação. Até o momento, apenas a capital fluminense integrava o programa.

Serão contemplados os municípios de Nova Iguaçu e Queimados, na Baixada Fluminense; São Pedro da Aldeia e Arraial do Cabo, na Região dos Lagos; Angra dos Reis (Costa Verde) e São Gonçalo (Metropolitana).

O Ministério da Educação confirmou a abertura de 501 a 1000 vagas em cada município nesta terça-feira ao coordenador da bancada do Rio de Janeiro no Congresso, o bolsonarista Sargento Gurgel (PSL-RJ) — articulador com o MEC para a adesão de mais prefeituras do estado.

Vale lembrar que, hoje, o Rio é um dos poucos estados cujo governador tem buscado alinhamento total com o governo de Bolsonaro.

Continua após a publicidade