Secretária de Educação de Gravataí e marido morreram por asfixia, diz perícia

bailey aschimdt
bailey aschimdt

A secretária de Educação de Gravataí, Sonia Oliveira, e o marido, Ricardo Abreu, morreram por asfixia, segundo peritos. Os profissionais identificaram nesta quarta-feira (4) um vazamento de gás em razão de uma falha no aquecedor do motor home do casal, que estava em um camping em Gramado, na Serra.

Sonia Oliveira e José Ricardo Abreu haviam chegado ao camping no último sábado (31). Os dois deveriam retornar para casa na segunda (2) e, como isso não aconteceu, parentes chamaram a polícia.

Segundo a polícia, não foi identificado sinal de violência nos corpos ou no motor home. Os pertences das vítimas estavam no veículo.

Sonia era filha do ex-prefeito e ex-deputado estadual Dorival de Oliveira. Ela e Ricardo deixaram três filhos e um neto.

O prefeito de Gravataí, Luiz Zaffalon decretou luto oficial de três dias e a suspensão das aulas nesta quarta-feira. O velório de Sonia e Ricardo aconteceu no saguão da prefeitura do município.

Compartilhe esse Artigo