Rio Grande do Sul recebe mais 390 mil doses de vacinas contra a Covid entre esta sexta e sábado

bailey aschimdt
bailey aschimdt

O Rio Grande do Sul recebe do Ministério da Saúde, entre esta sexta-feira (6) e sábado (7), 390.630 doses de vacinas contra a Covid-19. Estão previstas para esta remessa: 162.630 Pfizer, 3.700 Janssen e 224.300 AstraZeneca.

A definição da destinação das doses precisa passar por pactuação entre gestores estaduais e municipais, que deve ocorrer ainda nesta sexta-feira. A distribuição às 18 CRSs (Coordenadorias Regionais de Saúde) e aos municípios deve ocorrer na próxima segunda-feira (9).

Entre as doses que forem utilizadas para primeira aplicação, deve constar um quantitativo a ser distribuído de acordo com os cálculos de ajustes de estimativas populacionais. “As estimativas, muitas vezes, não correspondem, na vida real, à população que se vacina efetivamente em cada cidade. Queremos seguir distribuindo as vacinas da forma mais equânime e uniforme possível, levando em consideração, por exemplo, a maior população que municípios do litoral recebem no verão e da serra no inverno”, explicou a diretora do Centro Estadual de Vigilância em Saúde, Cynthia Molina Bastos.

Nova previsão

O governo do Estado revisou as previsões de vacinação da população gaúcha e, considerando o ritmo de imunização dos municípios e o anúncio de envio de doses pelo Ministério da Saúde, acredita ser possível imunizar toda a população a partir de 18 anos ainda durante o mês de agosto – a expectativa anterior era até 7 de setembro.

Para que seja possível atingir a imunidade coletiva no Estado, a chefe da Divisão de Vigilância Epidemiológica, Tani Ranieri, alerta que é necessário vacinar, no mínimo, 70% da população com as duas doses ou dose única, mas de forma homogênea entre municípios e idades. “O ideal é que o Estado atinja 90% de cobertura vacinal”, completa.

Compartilhe esse Artigo