Depois de garantir as amarras fiscais para que o Auxílio Emergencial não saísse do controle em sua reedição, agora o governo prepara o retorno de outros dois programas: o de crédito Pronampe e o BEm, de Manutenção do Emprego. Segundo o ministro da Economia, Paulo Guedes, os programas são importantes para as pequenas e médias empresas suportarem o recrudescimento da pandemia de Covid-19, que forçou governos, como o de São Paulo, a elevarem as restrições de comércios e serviços. Segundo Guedes, que falou na Frente Parlamentar da Micro e Pequena Empresa, junto do presidente Jair Bolsonaro, outras medidas podem surgir. Não há detalhes sobre quais são elas.

+Siga o Radar Econômico no Twitter