Procuradoria da Mulher da Assembleia Legislativa do RS lança canal para denúncias de violência

bailey aschimdt
bailey aschimdt

Nesta terça-feira (03), durante a abertura oficial da exposição #BastadeViolência Contra as Mulheres, no Espaço Carlos Santos, na entrada do Palácio Farroupilha, em Porto Alegre, a Procuradoria Especial da Mulher da Assembleia Legislativa do RS anunciou um novo canal para denúncias de violência.

“A partir de agora, para receber atendimento ou fazer uma denúncia, as mulheres poderão ligar ou enviar uma mensagem de WhatsApp para o número (51) 3210-1638. Após resposta automática, elas serão atendidas pela equipe da Procuradoria, e a denúncia recebida será analisada e encaminhada aos órgãos competentes”, explicou a deputada estadual Franciane Bayer (PSB), que comanda a Procuradoria da Mulher.

Além dos canais de atendimento e da exposição alusiva aos 15 anos da Lei Maria da Penha, sancionada no dia 7 de agosto de 2006, a Procuradoria apresentou o novo logotipo do órgão.

A vice-presidente da Assembleia, deputada Kelly Morais (PTB), destacou que o tema da violência contra as mulheres é de responsabilidade de todos. “Infelizmente, convivemos com esse problema há muitos anos e todo o ato e apoio para enfrentá-lo vem a somar para que possamos dar um passo à frente”, disse ao lembrar que teve a oportunidade de votar a favor da Lei Maria da Penha na Câmara dos Deputados.

Presente na solenidade, a chefe de Polícia do RS, delegada Nadine Anflor, agradeceu às parlamentares que “representam todas as mulheres no Parlamento e não deixam morrer dentro dessa Casa esse ideal, essa luta pelo fim da violência contra as mulheres, mesmo diante de tantas dificuldades que nós vivemos”.

Compartilhe esse Artigo