A maior parte dos serviços considerados essenciais sofrerão maiores restrições após a implementação da nova fase roxa do Plano São Paulo. Contudo, um deles será resguardado: a hotelaria. O governo de São Paulo não deve pedir para que hotéis sejam fechados ou tenham maiores restrições do que já possuem. O motivo é humanitário: técnicos indicam que muitos doentes, não só acometidos pela Covid-19, mas principalmente por outras enfermidades, vêm para São Paulo se tratar.

+Siga o Radar Econômico no Twitter