O palanque de Jair Bolsonaro no Rio Grande do Sul para as eleições em 2022 anda congestionado.

Além do senador Luiz Carlos Heinze (PP) e do ministro Onyx Lorenzoni (DEM), mais um nome surge para disputar o Piratini dentro do espólio bolsonarista.

O deputado e ex-ministro Osmar Terra (MDB) foi procurado recentemente por dois colegas do PSL com a proposta de trocar de legenda e disputar a sucessão de Eduardo Leite (PSDB) no estado.