A campanha de imunização contra Covid-19 ainda caminha a passos lentos no Brasil. De todas as 102,9 milhões de vacinas disponíveis no país atualmente, 69,6% já foram injetadas nos braços dos brasileiros. Mas, como já era de se esperar em um país de dimensões continentais e 27 unidades federativas, há ritmos e ritmos, a depender de cada estado, e assim como o número de casos e mortes pela doença tem variações de uma região para a outra, o de vacinação também oscila muito.

Todos os estados e o Distrito Federal recebem do Ministério da Saúde um quantitativo de doses de forma igualitária e proporcional às suas populações. A ordem de aplicação também foi definida pelo Ministério da Saúde. Começou-se pelos grupos prioritários e, recentemente, a pasta autorizou o início da imunização da população em geral acima de 18 anos. Mas deverá ser respeitada uma ordem decrescente de idade. O avanço da campanha caminha de acordo com a quantidade de doses disponibilizada.

Mesmo assim, o uso das doses recebidas tem grande variação entre os estados e o Distrito Federal. Por exemplo, o Rio Grande do Norte utilizou 93,15% das doses recebidas, sendo o estado que mais utilizou suas doses. Seguido por ele, o Alagoas aplicou 89,2% das doses recebidas e, fechando o pódio, Roraima com 86%. Por outro lado, o Amazonas e o Acre são os estados que menos utilizaram as doses recebidas, com apenas 52,6% e 59%, respectivamente. A taxa do Rio Grande do Norte foge à regra das atualizações do site do Ministério da Saúde. Por ter um sistema de atualização próprio, os números demoram mais para ser atualizados do que o de outros estados, de acordo com a Secretaria de Saúde estadual.

A maioria dos estados e o Distrito Federal já administraram entre 70% e 80% das doses recebidas. Acima dessa média estão Paraíba (80,2%) e Mato Grosso do Sul (83,1%).

No outro extremo, em situação um pouco melhor que o Amazonas, que utilizou pouco mais da metade das doses recebidas, estão Pará (62,4%), Rondônia (63,9%) e Sergipe (64,9%). Confira abaixo a taxa de vacinas utilizadas por cada estado até esta segunda-feira, 7, em relação ao total de vacinas recebidas.

Até 60%: Amazonas (52,6%) e Acre (59%).

Entre 60 e 70%: Pará (62,4%), Rondônia (63,9%), Sergipe (64,9%), Rio de Janeiro (65,3%), Pernambuco (65,7%), Ceará (67,7%), Piauí (68,9%), Minas Gerais (69,2%) e Distrito Federal (69,8%).

Entre 70 e 80%: Tocantins (72,4%), Santa Catarina (72,6%), Mato Grosso (73,4%), Bahia (75,1%), Paraná (75,8%), Goiás (76,2%), São Paulo (76,2%), Amapá (76,9%), Maranhão (77,6%), Espírito Santo (78,1%) e Rio Grande do Sul (79,8%).

Entre 80 e 90%: Paraíba (80,2%), Mato Grosso do Sul (83,1%), Roraima (86%) e Alagoas (89,2%).

Acima de 90%: Rio Grande do Norte (93,15%).

Confira o avanço da vacinação no Brasil: