Oposição dá vitória a Bolsonaro às vésperas do 7 de Setembro

0
21

Um a um, os líderes dos principais partidos de Oposição orientaram suas bancadas a votar “sim” pela reforma do Imposto de Renda, na noite desta quarta-feira, 01. Nos bastidores, líderes importantes estavam indignados com o acordo fechado com Arthur Lira, o presidente da Câmara dos Deputados, dizendo que a Oposição estava concordando em dar uma vitória a Bolsonaro às vésperas do 7 de Setembro, dia que o presidente está convocando seus apoiadores às ruas. Alguns deputados de peso da Oposição entendiam que mesmo que se chegasse a um acordo, deviam fazê-lo na próxima semana.

O texto aprovado na Câmara é muito diferente do que foi proposto pelo governo, mas mesmo assim é visto como uma vitória do governo que sempre prometeu aprovar reformas, ainda mais uma que pode ser vista como bastante popular. O texto prevê o aumento da faixa de isenção do IR, o que beneficia os pobres, insere a cobrança de impostos sobre dividendos, que são recebidos por pelos mais ricos, e prevê redução de alíquota para empresas. 

E o presidente Arthur Lira mostrou mais uma vez seu rolo compressor para aprovar o que quer aprovar. Segundo fontes próximas ao deputado, era importante ele aprovar o tema porque tem acordo com o ministro Paulo Guedes para acertar alguns nomes para o Ministério da Economia. Além disso, politicamente Lira vai usar a seu favor a aprovação de uma reforma popular.