Nasce a primeira cordeira da raça Texel na Expointer

0
24

Essa é a 30ª participação do cabanheiro Valdir Ross da Silva, na Expointer. (Foto: Divulgação/ Wagner Lacerda)

A única ovelha vinda da cabanha Voanizio, da raça Texel Naturalmente Colorido, não volta mais sozinha para Cachoeira do Sul. Isso porque ela entrou em trabalho de parto às 2h, e deu a luz, às 4h46min, deste sábado (04), no primeiro dia da 44ª Expointer, realizada no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio.

O cabanheiro Valdir Ross da Silva, deu detalhes do nascimento da primeira cordeira. “A ovelha estava se preparando para dar cria, o pessoal me avisou e quando eu cheguei, a ovelha já estava com a bolsa estourada, eu fiquei observando. Nasceu bem e saudável, eu fiquei feliz por ser a primeira ovelha a nascer”, contou Silva.

Aumento no número de ovinos inscritos na 44ª Expointer

Neste ano, houve um aumento no número de ovinos inscritos, registrando um crescimento de 3,58%. A raça ovina participa da feira com 809 animais inscritos de 14 raças diferentes. A raça que registrou o maior crescimento foi a Texel, que participa com 192 animais, um aumento de 3,5% em relação a 2019, quando tiveram 185.

“É uma representação muito importante, fruto do trabalho dos seus criadores que permaneceram produzindo suas genéticas em 2020, este ano extremamente desafiador. Mas o setor da ovinocultura não parou, permaneceu produzindo, investindo. E o resultado está aí nesta 44ª Expointer, com a presença significativa da espécie ovina”, afirmou Edemundo Gressler, Presidente da Associação Brasileira de Criadores de Ovinos (Arco).

Além da raça Texel, o Texel Naturalmente Colorido também registrou um aumento de 102,17%, passando de 46 em 2019 para 93 neste ano. E hoje (04), na abertura da Expointer, ganhou mais um integrante.