A fim de intensificar projetos mais robustos de pesquisa e desenvolvimento na indústria, o governo federal lança nesta quarta-feira uma rede de inovação em transformação digital. Em cinco anos, a expectativa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações e da Embrapii é a aplicação de ao menos 80 milhões de reais em projetos da indústria brasileira. Os recursos são da Lei de Informática e do Programa Rota 2030.

A rede se propõe a incentivar o uso e o desenvolvimento de tecnologias digitais aplicadas ao processo produtivo da industrial nacional, tais como Internet da Coisas (IoT), Manufatura 4.0 e conectividade, entre outros. A proposta é reduzir riscos tecnológicos e de mercado, acompanhando o desenvolvimento do produto desde a pesquisa até a chegada ao mercado. A rede contará com centros de referência, como a Fundação Certi (SC), Inatel (MG), CPQD (Campinas SP), CESAR (Pernambuco), IFBA (BA), IFSC – USP, entre outros.