“A postura [de Bolsonaro] sempre foi de ataques, de agressões, de radicalismo. O contraponto tem que ser feito insistindo na ponderação e na moderação, esse é o meu jeito”. (Eduardo Leite, PSDB, governador do Rio Grande do Sul, e aspirante a candidato a presidente da República)