No último dia 9, foi publicada a descoberta de um fóssil de dinossauro que morreu sentado sobre seus ovos, também fossilizados. A espécie teria vivido entre 145 e 66 milhões de anos atrás. O fóssil, de aproximadamente 70 milhões de anos, foi encontrado na cidade chinesa de Ganzhou.

Trata-se da primeira vez em que um dinossauro não-aviário é descoberto preservado pelo tempo debruçado sobre seu ninho. Encontrar embriões fossilizados também é bastante raro, de acordo com os pesquisadores.

O fóssil é composto de um animal do gênero Oviraptoridae agachado sobre um amontoado de pelo menos 24 ovos, dentre os quais ao menos sete apresentam ossos subdesenvolvidos. Segundo o estudo, os ovos estavam prestes a serem chocados.

Além disso, foram descobertos seixos dentro do abdômen do dinossauro, cujo consumo pode ajudar na digestão (hábito semelhante ao de algumas aves). De acordo com os cientistas, o fóssil traz uma quantidade de informações gigantesca e será estudado por muitos anos.

Continua após a publicidade