Em sigilo, Jair Bolsonaro deu seu primeiro passo rumo à campanha. Ele convidou Onyx Lorenzoni para, assim como em 2018, ser seu coordenador eleitoral. A montagem da equipe de reeleição, com o gaúcho no comando, já começou a ser estudada.

Ainda não está claro, porém, se a marcha de Onyx no comando do projeto de reeleição é definitiva ou apenas um empurrão no início dos trabalhos.

É que o ministro da Secretaria-Geral da Presidência passou os últimos anos alimentando o sonho de disputar o governo do Rio Grande do Sul. Por ora, ele segue dando entrevistas de olho no Palácio Piratini.