No próximo dia 30, autoridades do Uruguai e do Brasil vão realizar uma reunião virtual para acertar detalhes de como será a operação de vacinação na região de Santana do Livramento e Rivera, na fronteira dos dois países.

Integrantes da área da Saúde do governo de Jair Bolsonaro, do governo de Eduardo Leite, no Rio Grande do Sul, e do governo uruguaio vão definir os critérios de prioridade para que brasileiros recebam doses da vacina comprada pelo país vizinho.

A ação da diplomacia e da área política do governo gaúcho, como mostrou o Radar, foi vital para abrir negociações e tornar possível esse suporte internacional ao Brasil.