Após se encantar com a raça Murray Grey, em uma feira de Palermo, na Argentina, em 2013, o Luiz Carlos Ardenghy Sobrinho decidiu trazê-la para o Brasil. “Faz mais de 120 anos que ela surgiu na Austrália e eu trouxe para o Brasil da Argentina e do Uruguai porque eu vi que seria uma grande ferramenta que ajudaria muito o rebanho brasileiro”, afirmou Luiz Carlos.

Apesar de já estar há 8 anos no país, esta é a primeira vez que raça Murray Grey participa da maior feira agropecuária a céu aberto da América Latina, a Expointer. O evento começou no último sábado (04) e vai até o dia 12 de setembro.

O criador e Presidente da Associação Brasileira de Murray Grey e Greyman (ABMGG), Luiz Carlos Ardenghy Sobrinho, de Palmeira das Missões, trouxe nove exemplares da raça, da Cabanha Guarita, que está no Pavilhão dos Bovinos de Corte na Expointer.

Atualmente, existem criadores de Murray Grey nos estados do Paraná, São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Pará, além do Rio Grande do Sul. Ela é uma raça de origem australiana, de porte exuberante e pelagem clara.

Características da raça Murray Grey

De porte exuberante, a raça se apresenta com pelagem clara, mucosa preta, marmoreio diferenciado e baixo teor de gordura na área subcutânea. Os animais são rústicos, precoces e dóceis. As fêmeas têm facilidade de parto e são ótimas mães. A raça apresenta ótima conversão alimentar nos mais diferentes sistemas de alimentação.

O padrão racial e o biótipo funcional do Murray Grey ajudam a estabelecer e adaptar a raça em diversos países. No Brasil, atualmente, a raça Murray Grey e Greyman já contam com criadores de animais P.O e cruzados em Mato Grosso, Minas Gerais, Paraná, Rondônia, além do Rio Grande do Sul.