A Prefeitura de Porto Alegre retoma a alimentação nos ensinos fundamental e médio, mais educação especial, a partir desta terça-feira (13). A educação infantil teve a oferta de refeições retomada em 28 de setembro e das aulas na segunda-feira (5). O retorno da oferta de alimentação nas escolas das redes municipal e comunitária integra o cronograma proposto pelo Município para o reinício das atividades presenciais na educação da Capital. A volta das refeições em ambas as redes atenderá cerca de 66 mil alunos em todos os níveis.

Depois da suspensão das aulas em função da Covid-19, em março, para todas as redes de ensino e em todos os níveis, a Smed (Secretaria Municipal de Educação) manteve a oferta de almoço nas escolas até o dia 27 daquele mês. Em seguida, teve início a distribuição de kits de alimentos in natura, contendo hortaliças, frutas, legumes e ovos, para as famílias dos alunos. Foram entregues mais de mil toneladas de alimentos adquiridos com recursos do PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar).

Apoio financeiro

As instituições de ensino estatais receberam para o retorno às aulas presenciais R$ 2,5 milhões como verba extra da prefeitura para a aquisição de materiais para proteção contra o coronavírus. Além disso, a prefeitura informa que manteve os repasses trimestrais em sua totalidade, mesmo sem atividades letivas – um recurso de R$ 9.448.685,61 ao longo do ano. Por sua vez, as escolas comunitárias tiveram repassado o valor integral referente ao mês de setembro, totalizando R$ 12.695.383,50.