Operação integrada dispersa aglomerações em pelo menos cinco pontos de Porto Alegre

0
33


Segundo a Guarda Municipal, cerca de 1,8 mil pessoas estavam nos locais. Barreira de trânsito autuou motoristas por recusa em fazer o teste do bafômetro e recolheu veículos. Aglomeração em Porto Alegre na sexta-feira, 4 de setembro
Reprodução / RBS TV
Uma operação integrada entre a Guarda Municipal (GM), a Brigada Militar (BM), a EPTC e o Corpo de Bombeiros dispersou aglomerações em pelo menos cinco pontos diferentes de Porto Alegre, na noite de sexta-feira e madrugada deste sábado (4).
Segundo a Guarda Municipal, ao todo 1.800 pessoas estavam aglomeradas nos diferentes locais. Uma mulher foi autuada por negar-se a usar máscara e dois estabelecimentos foram autuados por descumprimento dos protocolos sanitários.
Na Rua 24 de Outubro, um grupo de pessoas se reunia em volta de uma caixa de som. Segundo o chefe noturno da Guarda Municipal, Marcos Lucas, os agentes teriam pedido para o dono da caixa desligar o aparelho e ele saiu correndo.
Ele foi detido e conduzido à delegacia. A polícia registrou ocorrência como perturbação do sossego e a caixa de som foi apreendida.
Na Rua Luciana de Abreu com a Padre Chagas, no bairro Moinhos de Vento, cerca de 500 pessoas estavam reunidas e foram dispersadas pela ação.
Na José do Patrocínio, um grupo com cerca de 300 pessoas foi dispersado e na República com a Lima e Silva, todas as ruas do bairro Cidade Baixa, 600 pessoas estavam aglomeradas, segundo a GM.
Também foi realizada uma blitz da Balada Segura. Nove motoristas foram autuados por se recusarem a fazer o teste do bafômetro, três fizeram e tiveram resultado positivo para álcool no sangue, três motoristas não tinham carteira de habilitação e quatro veículos foram recolhidos.
VÍDEOS: tudo sobre o RS