Funcionários da Carris fazem novo protesto, e prefeitura mantém esquema especial nos ônibus em Porto Alegre

0
34

Funcionários da Carris fazem nova manifestação, nesta quarta-feira (08), contra o projeto de privatização da empresa – que pode ser votado durante a tarde pela Câmara dos Vereadores. Há menos coletivos da companhia circulando, e a prefeitura montou um esquema especial para atender os usuários.

A Carris vai atender as linhas T13, 353, T2, T5, T8, 375, T2A, T11A , T12A, C1, C2, C3 e C10, enquanto as outras serão mantidas pelos consórcios Viva Sul, Leste e MOB. As lotações estão liberadas para circular com passageiros em pé no interior dos veículos.

O grupo prevê sair em caminhada, no fim da manhã, da prefeitura até a Câmara. A Brigada Militar acompanha o ato.

Funcionamento ônibus

A Prefeitura de Porto Alegre, por meio da EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação), preparou esquema especial para o transporte público nesta quarta-feira. A mesma força-tarefa foi realizada nos dias anteriores em razão da greve de funcionários da Carris.

As linhas de lotação estão liberadas para circular com passageiros em pé no interior dos veículos. A prefeitura monitora a circulação e o atendimento aos passageiros de ônibus desde as primeiras horas da manhã.

Atendimento por consórcio:

Consórcio Viva Sul: T11, T12, T3
Consórcio Via Leste/Mais:T6, 343, T9
Consórcio MOB: T4, T1, T7.
Carris: T13, 353, T2, T5, T8, 375, T2A,T11A, T12A, C1, C2, C3 e T10.

Garantia do atendimento

A Justiça do Trabalho determinou, na última quinta-feira (02), que os trabalhadores da Carris mantenham, no mínimo, 65% da frota em operação durante a greve. A decisão, do desembargador federal do Trabalho Francisco Rossal do Araújo, aplica multa diária de R$ 20 mil ao sindicato da categoria em caso de descumprimento.