15 mil equipamentos que realizam a medição do consumo de água estão sendo substituídos em Porto Alegre

0
40

O Dmae (Departamento Municipal de Água e Esgotos) intensificou a substituição dos hidrômetros em Porto Alegre. A meta inicial era trocar, até dezembro, 15 mil equipamentos que realizam a medição do consumo mensal de água.

Segundo a prefeitura, com a intensificação dos trabalhos a partir de julho, 53% do objetivo já foi atingido, e o departamento avalia dobrar a meta. No mês passado, foram realizadas 2.643 trocas preventivas e corretivas de equipamentos.

Feitas pelo Dmae para manter a idade média do parque de hidrômetros, as trocas de medidores são realizadas por equipes próprias e também por uma empresa terceirizada. “Instituímos em maio um novo grupo de Controle de Perdas, com o objetivo de reduzir as perdas reais de água até o final de 2021. E as melhorias na micromedição são etapas fundamentais para atingirmos este objetivo. Porto Alegre possui mais de 289 mil desses equipamentos instalados, cuja média de idade é de 7,6 anos”, afirmou o diretor-geral do Dmae, Alexandre Garcia.

Todos os hidrômetros instalados na cidade estão cadastrados em um sistema que alerta quando cada equipamento atinge cinco anos, o que o torna elegível para substituição. Além da idade, o hidrômetro deve estar ligado a ramal sem dívidas e sem corte para tornar-se apto à troca preventiva. Nessa modalidade, a prioridade é dos ramais com grande volume/consumo de água.

A segunda modalidade de troca, a corretiva, é normalmente demandada pelo cliente, devido a mau funcionamento, roubo, reforma, pode envolver fuga de água e é realizada por funcionários do Dmae que atendem aos serviços emergenciais.