Inventário produzido pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente mostra que os transportes seguem sendo a maior fonte de poluição no município. Emissão de gases de efeito estufa reduziram em quatro anos em Porto Alegre
Cesar Lopes/PMPA
Dados de 2016 a 2019 mostram que Porto Alegre reduziu, neste período, a emissão de gases de efeito estufa em 5%, conforme inventário que será divulgado nesta quinta-feira (12) pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente, em parceria com entidades privadas.
A apresentação do estudo será transmitida pelo Facebook da prefeitura, a partir das 14h.
Confira a redução de emissão dos gases, ano a ano, em Porto Alegre (em tCO2):
2016: 2.514
2017: 2.593
2018: 2.451
2019: 2.373
O setor de transporte é o maior emissor de gases, com 67,7% do total em 2019. A energia estacionária (emitida por imóveis) corresponde a 23% das emissões. A de resíduos, fica com 8,8%. O setor que menos emite gás de efeito estufa é o de agricultura, florestas e uso do solo, com 0,5%.
Os gases de efeito estufa absorvem a radiação da atmosfera, e estão relacionados ao desiquilíbrio de temperatura. Os principais são o dióxido de carbono, o metano, o óxido nitroso, entre outros.
O inventário será usado para nortear estudos do Plano Diretor de Porto Alegre. “Ao identificarmos os setores que mais emitem gases de efeito estufa, poderemos alinhar o plano diretor à política climática, além de propor metas de redução das emissões”, diz o secretário do Meio Ambiente, Urbanismo e Sustentabilidade, Germano Bremm.
VÍDEOS: Tudo sobre o RS