Como acontece todos os anos no dia 25 de agosto, o Exército realizará nesta quarta um desfile militar para marcar o “Dia do Soldado”.

Será mais uma oportunidade para Jair Bolsonaro e os integrantes do governo assistirem a um desfile de tanques em Brasília. O discurso do presidente na cerimônia é algo que tem tirado o sono de integrantes da caserna, já incomodados com o desgaste provocado pelo constante tom de ameaça ao regime democrático nas falas presidenciais.

O evento ocorrerá no Comando do Exército e foi organizado com restrições de público e medidas de segurança sanitária como uso de máscaras. Os presidentes dos poderes foram convidados para a cerimônia. Até a manhã desta segunda, Luiz Fux, do STF, não havia confirmado presença.