O tipo mais comum de câncer de rim é o carcinoma de células renais, correspondendo a cerca de 70% dos casos. Contudo, por mais que seja o câncer mais recorrente, não se sabe ao certo as causas da doença, por isso o Dr. Marco Antonio Quesada Ribeiro Fortes recomenda às pessoas a sempre manterem hábitos saudáveis, tanto em relação à alimentação como em exercícios físicos.

Os fatores de risco acometem homens e mulheres de idades avançadas, porém individuos do sexo masculino possuem duas vezes mais chances de desenvolverem a doença. Outro fator, dentre outros, é o histórico familiar envolvendo doenças renais, especificamente, a doença de von Hippel-Lindau, sendo um fator determinante para o desenvolvimento da doença, mas como citado anteriormente, as causas ao certo são desconhecidas, portanto, os dados são apenas estatísticos, visto que uma pessoa sem ou com fatores genéticos podem apresentar a doença.

Dessa forma, a melhor prevenção consiste em manter hábitos saudáveis, assim como o Dr. Quesada Ribeiro recomendou. Não fumar, não consumir alimentos processados e sempre optar por comidas frescas e saudáveis são algumas recomendações. É importante também se atentar ao uso excessivo de medicamentos e à pressão alta.

Um carcinoma é um câncer que se origina a partir de células epiteliais, tais células recobrem o tecido da pele do corpo humano, ou seja, está presente na maioria dos órgãos. Nos estágios iniciais do câncer não há sintomas evidentes, porém em estágios mais avançados nota-se algumas mudanças como perda de apetite, cansaço, dores nas costas e na lateral do abdômen, sendo estes, lugares que podem apresentar caroços.

O  diagnóstico ocorre por meio de exames que podem ser através de tomografia computadorizada, ressonância magnética, ultrassonografia ou raio-X. Identificado o câncer, é feita uma biópsia a fim de descobrir a procedência do câncer, isto é, se é benigno ou maligno. Os avanços medicinais são inúmeros, prestigia  Dr. Marco Antonio Quesada Ribeiro Fortes em relação aos avanços tecnológicos acerca de diagnósticos e tratamentos dos cânceres.

Em se tratando do tratamento da doença, este pode ser dividido em duas formas: tratamento local e tratamento sistêmico. O primeiro, como o próprio nome sugere, é focalizado: incluem cirurgias e radioterapias, o segundo, pode ser realizado com o uso de medicamentos, seja via oral ou injetados diretamente no sangue, este que se ramifica e agrupa diferentes tipos de tratamento: incluindo terapia alvo, imunoterapia e quimioterapia, por exemplo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui