O presidente da Câmara, Arthur Lira, disse na tarde desta terça-feira, 17, que não existe nem tem como exigir acordo na reforma do imposto de renda. “Um tema desse nunca vai ter acordo. Longe de ter um acordo num país que quer quebra paradigma de taxar dividendos”, disse ele a jornalistas. “330 bilhões (de reais) nunca pagaram imposto e não vai querer pagar sem reagir.” Lira deixou claro que em algum momento vai pautar o assunto e deu a entender que a pauta pode não ser apreciada nesta terça em Plenário como previsto. 

Lira disse, no entanto, que pediu ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, que paute o assunto caso a reforma seja aprovada em dois turnos na Câmara.