O governador do Rio, Cláudio Castro, anunciará no fim da manhã desta sexta-feira o que o Estado fará com os recursos provenientes da concessão do serviço da Cedae.

Entre os projetos estão a reforma da infraestrutura do teleférico do Alemão, no complexo de favelas do mesmo nome, na zona norte da capital.

O equipamento foi construído na gestão de Sergio Cabral, mas hoje está parado por falta de manutenção e por conta da estrutura deteriorada.

A nova fase de intervenções no teleférico demandará investimentos de 80 milhões de reais.

Recursos também serão aplicados na retomada das obras do Museu da Imagem e do Som, cujas obras para a nova sede em Copacabana estão paradas há cinco anos. Serão investidos 54 milhões de reais nas obras que devem recomeçar em dezembro. Apenas 30% das obras do MIS foram concluídas.

No total, o plano de investimentos em projetos com recursos da Cedae destinará, no total, 11 bilhões de reais.