Recentemente, Lula voltou a usar o prédio do seu instituto, na zona sul de São Paulo, para articulações políticas e gravações de programas e entrevistas.

Até animou-se a pedir aval da Prefeitura de São Paulo para reformar o local, situado em área de proteção das adjacências históricas do Parque da Independência, no Ipiranga.

Em março, protocolou junto aos órgãos de preservação do patrimônio histórico e cultural um pedido de regularização de obras feitas em 2016.

A resposta foi a de que não havia necessidade, e que o assunto deveria ser tratado com a subprefeitura e com a Secretaria de Licenciamento.