Um incêndio atingiu o prédio sede da Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Sul (SSP-RS), na região Central de Porto Alegre, na noite desta quarta-feira (14). A queda de andares internos provocou o desabamento de parte da fachada do edifício.

O sinistro, que teve início por volta das 22h, foi confirmado pela própria secretaria e o Corpo de Bombeiros Militar foi acionado e já trabalha para ampliar a área de isolamento pelo risco de desabamento completo do prédio.

O fogo teria começado no 4º andar, onde fica situado o setor de alvarás da Susepe, mas não se sabe as causas.

A SSP informa que, com as ações de combate ao incêndio tendo passado à etapa de rescaldo, verificou-se que dois bombeiros que atuavam no combate estão desaparecidos.

Segundo o governo do Estado, os serviços essenciais que eram prestados no prédio, a exemplo do atendimento do 190 e da instalação de tornozeleiras eletrônicas, não foram prejudicados.

“Estamos trabalhando para restabelecer o atendimento telefônico a partir do Departamento de Informática do 9° Batalhão de Polícia Militar da capital”, afirmou o vice-governador, delegado Ranolfo Vieira Júnior.

“Todas as nossas polícias seguirão nas ruas 24 horas, mantendo toda a atividade operacional regular em todo o Estado”, acrescentou.

“Em que pese a inestimável perda da memória do órgão central e dos departamentos de instituições vinculadas que funcionavam no prédio da secretaria, apenas áreas administrativas foram afetadas. Nenhuma atividade-fim da Segurança Pública estadual deixará de prestar os serviços essenciais à sociedade gaúcha”, completou.

A avenida Voluntários da Pátria, onde fica o prédio, está bloqueada em ambos os sentidos no trecho compreendido entre a rua Ramiro Barcelos e a rua Ernesto Alves. A EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação) orienta que motoristas devem evitar a região da rodoviária.

As saídas da Capital pela avenida Castelo Branco, no entorno da rodoviária de Porto Alegre, estarão bloqueadas nesta quinta-feira (15) por necessidade de avaliação estrutural do prédio da secretaria de segurança, que em razão do incêndio ainda pode sofrer desabamentos parciais.

O ingresso em Porto Alegre pelo outro lado da Castelo Branco e a passagem de linhas do Trensurb estará funcionando normalmente.

O governador do Estado, Eduardo Leite, comentou o ocorrido em seu Twitter: “Estou retornando a Porto Alegre, para acompanhar o terrível incêndio que consumiu o prédio sede da SSP. O vice-governador Ranolfo Vieira Júnior está no local e coordena as ações de combate às chamas. Lamento a tragédia material, que não irá diminuir o ímpeto de combate ao crime.”

Ele afirmou ainda que perícias serão feitas no local. “Naturalmente, as perícias serão feitas no sentido de apurar as causas do incêndio. Nossa equipe de governo trabalha para dar rápido encaminhamento para evitar solução de continuidade às atividades das secretarias de segurança e de administração penitenciária.”