O presidente da Câmara, Arthur Lira, que fez um pronunciamento nesta quarta-feira pedindo o fim de bravatas e ataques entre os poderes, classificou a carta de Jair Bolsonaro como uma nova oportunidade para buscar a estabilidade política no país.

“É um recomeço”, disse Lira ao Radar.

No texto, Bolsonaro afirma que “nunca teve intenção de agredir os poderes” e reitera “respeito pelas instituições da República”.