O ministro das Comunicações Fábio Faria afirmou nesta segunda que a tensão entre o presidente Jair Bolsonaro e o STF foi causada por “ações e reações dos dois lados” e que agora é o momento de “recolher as armas em nome do projeto maior de país”.

A declaração foi feita à rádio 98 FM Natal e fez menção ao episódio mais recente do atrito entre os poderes, que culminou no pedido de impeachment do ministro Alexandre de Moraes protocolado por Bolsonaro na última sexta.

“Foram várias ações do Judiciário que geraram a reação. Incluíram o presidente no inquérito, depois abriram um inquérito criminal contra o presidente. No outro dia, proibiram que monetizassem os sites de direita. Depois a prisão do Roberto Jefferson, depois busca e apreensão no Sérgio Reis e outros sertanejos. Todos esses movimentos fizeram com que os apoiadores do presidente ficassem cobrando dele uma resposta”, afirmou o ministro.

Na avaliação de Faria, o momento é o de todos serem “grandes” para que possa haver um acordo entre os poderes a fim de se preservar a harmonia e a democracia.

“O que defendo é o diálogo entre eles. É um momento de todo mundo ser grande nesse momento. Não só o presidente, todos precisam voltar atrás.”