Com 434 mortes registradas por Covid-19 nesta segunda-feira, 16, a média móvel de óbitos chegou a 847,1 óbitos e atingiu o 17º dia consecutivo abaixo de mil. A última vez que o índice esteve abaixo das mil vítimas fatais foi em 22 de janeiro. O avanço da campanha de vacinação segue impactando também os números absolutos de novas mortes. Apesar da curva apresentar estabilidade pelo quarto dia consecutivo, é a oitava vez que são registrados menos de mil óbitos nos últimos dez dias.

Já a média móvel de novos casos atinge o 11º primeiro dia em declínio. Com os 14.471 diagnósticos das últimas 24 horas, o índice chegou a 28.687,6, uma diminuição de 18,32% em relação há duas semanas. Somando os períodos de queda e estabilidade, já são 53 dias consecutivos em que a curva de novos casos não apresenta aumento, segundo levantamento feito por VEJA.

A avaliação comparativa do período de duas semanas é determinada por infectologistas, que fixam a variação de 15% como ponto de inflexão para que se mude a tendência da pandemia para alta ou queda.

Com 14.471 novos casos e 434 mortes, o Brasil chega a 20.378.570 diagnósticos de Covid-19 e 569.492 óbitos desde o início da pandemia.

Confira a média móvel da pandemia da Covid-19 no Brasil, nas cinco regiões do país e em todos os Estados:

Confira a média móvel da pandemia da Covid-19 nas 27 capitais brasileiras, separadas em suas regiões*: