O Centro de Controle e Prevenção de Doenças, principal agência federal de saúde pública dos Estados Unidos, reforçou a recomendação de que as gestantes sejam vacinadas contra a Covid-19. “As vacinas são seguras e eficazes e nunca foi tão urgente aumentar a vacinação por conta da variante Delta, altamente contagiosa, e que pode trazer graves consequências da doença em mulheres grávidas”, disse Rochelle Walensky, diretora do C.D.C.

Dados da agência asseguram que os imunizantes não oferecem maiores riscos entre aquelas que foram vacinadas durante as primeiras 20 semanas de gestação. Pesquisas anteriores também mostraram índices tranquilizadores para mulheres em estágio mais avançado da gravidez. “Neste momento, os benefícios da vacinação e os riscos conhecidos da Covid-19 durante a gravidez e as altas taxas de transmissão superam quaisquer riscos da vacina”, alerta Sascha R. Ellington, epidemiologista que lidera a equipe de preparação para emergências na divisão de saúde reprodutiva do CDC.

No entanto, a aceitação das vacinas entre as mulheres grávidas é baixa nos EUA. Levantamentos recentes indicam que apenas 23% das gestantes haviam recebido uma ou mais doses da vacina até maio deste ano. De acordo com o CDC, grávidas podem tomar as vacinas da Pfizer, Janssen e Moderna.