Uma campanha em comemoração aos 25 anos da importadora Vinhos do Mundo encerrou o primeiro mês com um expressivo aumento na procura por vinhos europeus, que dobraram as vendas. Foram 80.343 garrafas vendidas em julho, 30.524 a mais do que no mesmo período do ano passado. Chilenos e argentinos continuam liderando a preferência do consumidor, com metade do volume adquirido pelos clientes. No total, houve uma alta de 61% na comercialização de vinhos.

“Investimos muito em novos rótulos de vinícolas europeias de qualidade e o consumidor respondeu com grande interesse. A tendência é que as vendas de rótulos europeus, de França, Itália, Espanha, Portugal e Alemanha, cresçam ainda mais nos próximos meses”, avalia o diretor comercial Leocir Vanazzi.

Ele ressaltou ainda a retomada das atividades normais de restaurantes para o resultado obtido em julho. “Felizmente, bares e restaurantes voltaram a trabalhar quase que dentro da normalidade, aumentando o consumo de vinhos”, comenta, informando que 18% do total de vendas foram para este segmento no RS.

O executivo diz que a campanha Vinho Para Todos cumpriu seu objetivo de estimular os consumidores a provar rótulos de várias origens, de uvas diferentes, aumentando a cultura da Bebida de Baco. Foram conquistados 373 novos clientes que nunca haviam comprado vinhos da empresa. Os dados são referentes somente ao Rio Grande do Sul.

“Para democratizar o consumo, fizemos uma agressiva redução dos valores dos vinhos de importação própria da Vinhos do Mundo, junto com as nossas vinícolas parceiras. A resposta foi imediata, atendendo nosso desejo de proporcionar que mais pessoas tenham acesso ao consumo de vinhos”, afirma.

A política de preços especial dos 25 anos da Vinhos do Mundo é fruto de uma parceria firmada com os fornecedores dos principais países produtores de vinhos. Isso resultou na compra antecipada de grandes quantidades de rótulos com valores menores.