Países recém-abertos a brasileiros têm alta na procura dos turistas daqui

bailey aschimdt
bailey aschimdt

Os destinos que há pouco tempo abriram as suas fronteiras para brasileiros já registram um aumento considerável na procura por viagens a lazer, segundo as operadoras de viagens. Os destaques são a França, que permite desde de julho a entrada visitantes vindos do Brasil, e a Suíça, com fronteiras abertas a partir do final de junho. Em ambos os países são exigidos um comprovante de vacinação das duas doses contra a Covid-19.

A França aceita visitantes completamente vacinados com os imunizantes da Pfizer, Moderna, AstraZeneca e Jassen, que já foram aprovados pela Agência Europeia de Medicamentos. O órgão ainda estuda aceitar a CoronaVac. Na Suíça os imunizados com a vacina do laboratório chinês Sinovac estão liberados.

Segundo Aldo Leone Filho, as 40 agências clientes da Agaxtur Viagens registraram um aumento de 30% na procura por esses destinos. Na CVC, as buscas em todos os seus canais por viagens para a França cresceram cerca de 1000% e para a Suíça 3000%.

O diretor geral da Abreu no Brasil, Ronnie Corrêa, afirma que “em 2020, a aposta era a compra para destinos fechados com condições flexíveis, na expectativa da reabertura em 2021, mas atualmente, o foco está nos destinos já abertos para realização de viagens ainda em 2021”. A operadora, em menos de um mês de vendas, registou alta de 43% nas viagens para a França.

Apesar da movimentação mais recente, a procura e o volume de vendas ainda é maior para destinos no Caribe e no México, que se mantiveram sem restrições de fronteira durante toda a pandemia, e para destinos nacionais. Egito, Marrocos, Maldivas e Dubai, que estão fazendo a reabertura gradual do turismo, também têm registrada um grande crescimento nas vendas de viagens em relação ao ano passado.

Compartilhe esse Artigo