A manhã desta quarta-feira terminou há pouco e o presidente Jair Bolsonaro conseguiu, em sua passagem pelo Rio de Janeiro, discursar por cerca de sete minutos sem ameaçar abertamente a democracia e sem atacar o processo eleitoral e os ministros do Supremo e do TSE.   

O presidente esteve no Rio para entregar medalhas de mérito desportivo a atletas militares que participaram dos Jogos Olímpicos de Tóquio no mês passado. 

Bolsonaro estava sorridente e contou histórias do tempo em que praticou atletismo pelo Exército, nos idos dos anos 1970. 

O presidente só endureceu no finalzinho do discurso, mas mesmo assim com fala que já está batida em seu repertório e no contexto de uma piada que ele fazia enquanto entregava uma medalha ao campeão olímpico de boxe Hebert Conceição. 

“Enfia a porrada, guerreiro, é isso ai”, disse o presidente, que emendou, como que comparando o boxeador a uma arma de batalha, que “com flores não se ganha a guerra”. “Quando se fala em armamento, se você quer paz, tem que se preparar para a guerra”, disse.