O presidente Jair Bolsonaro afirmou, nesta segunda, que a ONU pediu ajuda de tropas brasileiras no Haiti. O país caribenho foi atingido por um terremoto no último sábado e, até agora, há registros de cerca de 1.200 mortes.

“As nossas Forças Armadas têm dado demonstrações práticas no mundo todo, em várias operações. Agora, estamos novamente sendo solicitados a uma missão de socorro humanitário no Haiti”, declarou durante treinamento de militares na Operação Formosa.

A atividade aconteceu no Centro de Instrução de Formosa, a 80 km de Brasília, e contou com a cooperação das três Forças Armadas.

Em 2010, o Exército Brasileiro já havia sido enviado ao Haiti após outro terremoto, de magnitude similar ao de semana passada, mas com efeitos muito mais devastadores. Cerca de 200 mil pessoas morreram e centenas de milhares ficaram desabrigadas.

Além da crise humanitária e econômica, o país — que é o mais pobre das Américas e o terceiro do mundo — tem enfrentado os efeitos da Covid-19 e forte turbulência política. O então presidente Jovenel Moise foi assassinado em julho.