Além desses gastos com sua nova gerência de “eventos e agendas institucionais”, Pedro Guimarães tem desagradado integrantes do governo por suas viagens para lugares turísticos do Brasil. Só um passeio do chefe da Caixa e sua comitiva pelo Jalapão teve custo estimado de 80 000 reais.

A programação, que não passou de um giro turístico para avaliar possíveis projetos que não saíram do papel, teve direito a carros blindados 4×4 e equipe de fotógrafo e cinegrafista. A animada agenda foi registrada por Guimarães no Instagram.

O banco tem programas para estimular negócios em parques, mas quem conhece a rotina da Caixa diz que nada de concreto saiu da visita ao Jalapão.