O governador do Estado do Rio de Janeiro, Claudio Castro, anunciou na noite deste domingo, 22, a troca de comando da Secretaria de Estado de Polícia Militar. O coronel PM Rogério Figueiredo deixa o posto e, em seu lugar, assume o coronel PM Luiz Henrique Marinho Pires. A nomeação será publicada no Diário Oficial nesta segunda-feira. A Secretaria de Segurança Pública do Rio de Janeiro foi dividida em duas pelo ex-governador Wilson Witzel em Secretaria da Polícia Militar e Secretaria da Polícia Civil.

O coronel Rogério Figueiredo era o último secretário nomeado pelo ex-governador Wilson Witzel ainda no cargo. Witzel sofreu um impeachment em abril deste ano, substituído por Claudio Castro. O novo secretário tem 32 anos de PM e foi chefe do Estado-maior em 2018 durante a intervenção federal na segurança pública fluminense.

Na última semana, o Rio de Janeiro enfrentou uma crise na Secretaria de Administração Penitenciária, com o titular da pasta, Raphael Montenegro e dois assessores presos, acusados de negociar acordos com alguns traficantes mais perigosos do país. Montenegro e os assessores foram soltos neste domingo após o fim do prazo de cinco dias da prisão temporária. O programa Fantástico (Globo) revelou neste domingo os áudios das conversas gravadas pela polícia com permissão da Justiça. Os diálogos mostram Montenegro negociando uma possível volta para o Rio com o traficante Márcio dos Santos Nepomuceno, o Marcinho VP. Em outras conversas, ele aparece falando com o traficante Marreta e também com o Claudinho da Mineira. Na terça-feira, 17, o governador exonerou os presos.