Ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira foi até o ministro Luiz Fux, presidente do STF, para defender a harmonia entre os três poderes — um gesto de aproximação após os ataques de Bolsonaro à Corte.

As relações estão — ainda mais — estremecidas desde que o ministro Alexandre de Moraes incluiu o presidente no inquérito sobre as fake news. Na ocasião, Bolsonaro atacou os magistrados e disparou contra o sistema eleitoral.

“Consenso sobre o que nos une a todos: Executivo, Legislativo e Judiciário. O Brasil, o nosso futuro, a harmonia entre os Poderes, sintetizados no símbolo que é a nossa Constituição”, publicou Ciro na tarde desta quarta.

Segundo o STF, a audiência foi solicitada pelo ministro de Bolsonaro logo após sua posse na Casa Civil. Durante a reunião, Ciro pediu que seja remarcada a reunião entre os chefes de Poder, cancelada por Fux após os ataques de Bolsonaro. O chefe da Corte respondeu que reavaliaria a questão.

Mais cedo, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, também foi recebido por Fux. O pedido foi o mesmo de Ciro — o de reconsiderar sua posição de encerrar as conversas com Jair Bolsonaro diante dos seguidos ataques do presidente da República ao tribunal e a seus integrantes.