O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, virou alvo nos últimos dias do gabinete do ódio bolsonarista.

Os ataques começaram quando Jair Bolsonaro anunciou que iria enviar ao Senado pedidos de impeachment de ministros do Supremo.

Nas redes, Pacheco passou a ser alvo de… fake news. A mais recorrente delas acusa Pacheco de blindar ministros do STF por ser ele próprio réu na Corte em, veja só, 23 processos.

O fato verdadeiro é que Pacheco não responde a nenhum procedimento no Supremo.