SÃO PAULO – O Ibovespa busca uma recuperação, ainda que tímida, após a forte queda da véspera em meio ao impacto da aprovação da reforma do Imposto de Renda nos ativos. A alta da sessão é puxada por Vale (VALE3) e siderúrgicas como CSN (CSNA3), Gerdau (GGBR4) e Usiminas (USIM5).

Os contratos futuros do minério de ferro subiram pela primeira vez esta semana em meio ao otimismo de que um aumento da atividade de construção na China nos próximos meses compensará o impacto causado pelas restrições à produção de aço impostas pelo governo de Pequim.

A matéria-prima usada na fabricação de aço chegou a subir 4,6% na sexta-feira, mas ainda mostra queda de cerca de 9% esta semana. Os preços acumulam baixa de cerca de 30% desde meados de julho, sob o impacto das medidas do governo chinês para limitar a produção de aço e reduzir as emissões de carbono. Veja mais clicando aqui. 

Ainda no radar do setor, executivos da Gerdau sinalizaram, durante o Investor Day, que poderão antecipar o pagamento de dividendos a acionistas referentes a 2021 por conta da reforma do IR.

Braskem (BRKM5) também registra ganhos, ainda que mais tímidos em relação à abertura, de cerca de 1%, após a S&P elevar o rating de crédito atribuído à Braskem, de BB+ para BBB-, a grau de investimento, com perspectiva estável.

Confira no que ficar de olho:

Braskem (BRKM5)

A agência de classificação de risco S&P elevou nesta quinta-feira o rating de crédito atribuído à Braskem, de BB+ para BBB-, a grau de investimento, com perspectiva estável.

Em relatório, a S&P citou o sólido fluxo de caixa da Braskem no primeiro semestre e o fato de a empresa ter reduzido sua dívida bruta em cerca de US$ 1,7 bilhão.

“A perspectiva estável indica nossa visão de que a empresa manterá a alavancagem em cerca ou abaixo de 2,5 vezes nos próximos dois a três anos, apesar da expectativa de spreads petroquímicos mais baixos no futuro”, afirmou a agência.

Engie Brasil (EGIE3)

A Engie Brasil, braço da francesa Engie, colocou em operação nesta quinta-feira as três últimas das 11 centrais eólicas de seu ativo Campo Largo II, de 361,2 MW de capacidade instalada total, após autorização da agência reguladora Aneel, segundo comunicado enviado ao mercado.

Campo Largo II fica no Município de Umburanas, a aproximadamente 420 km da de Salvador (BA), mesma região onde a companhia já opera comercialmente os Conjuntos Eólicos Campo Largo e Umburanas (686,7 MW de capacidade instalada). A entrega ocorre em um momento em que o governo vem buscando alternativas para garantir o abastecimento de energia, em meio à maior crise hídrica em mais de 90 anos, que afeta reservatórios de hidrelétricas, a maior fonte de energia do Brasil.

Vale (VALE3)

A mineradora Vale iniciou na quarta a operação de seus primeiros seis caminhões fora de estrada autônomos no Complexo de Carajás, no Pará, ampliando o uso da tecnologia já empenhada em Minas Gerais que dispensa a presença de operadores dentro das cabines, em busca de mais segurança, ganhos operacionais e ambientais. Em Carajás, fica o maior complexo produtor de minério de ferro da Vale, e a empresa diz esperar elevar a produtividade.

Gerdau (GGBR4)

Em reunião anual com investidores, feita de forma virtual na quinta, executivos da Gerdau sinalizaram que poderão antecipar o pagamento de dividendos a acionistas referentes a 2021, após a Câmara dos Deputados aprovar a reforma do Imposto de Renda, estabelecendo tributação de dividendos e acabando com o mecanismo de juros sobre capital próprio (JCP). O diretor de relações com investidores da Gerdau, Harley Scardoelli afirmou que o índice de distribuição de dividendos deve seguir em cerca de 30%, por enquanto.

Fleury (FLRY3)

O Fleury, por meio de sua subsidiária integral, Fleury Centro de Procedimentos Médicos Avançados (Fleury CPMA), concluiu a compra de 100% do Laboratório Pretti.

O Fleury CPMA também concluiu a compra de 100% do Laboratório Bioclínico. Os dois laboratórios ficam no Espírito Santo.

“As duas aquisições marcam a entrada do Grupo Fleury no Estado do Espírito Santo, e representam mais um movimento estratégico da Companhia, expandindo sua capilaridade nacional e complementando ainda mais sua oferta na região sudeste do País”, afirmou a empresa.

Sinquia (SQIA3)

A Sinqia precificou sua oferta subsequente (follow-on) a R$ 23 por ação, resultando em um montante de R$ 400 milhões. De acordo com a companhia, o valor será utilizado para aquisições e investimentos no mercado de softwares de aplicativos para o setor financeiro.

Banco Pan (BPAN4)

O Banco Pan comunicou uma parceria estratégica com Luciano Huck. O apresentador será membro consultivo do conselho de administração e do comitê de marketing, além de participar das campanhas de comunicação do banco.

“O Luciano tem uma trajetória bem-sucedida como apresentador e empreendedor, com grande capacidade de interlocução com a sociedade e perfil inovador. Ao longo de sua carreira, se aproximou das mais diversas realidades sociais, econômicas e culturais do País, e agora contribuirá para termos um diálogo cada vez mais próximo e adequado às necessidades de nossos clientes”, de acordo com Carlos Eduardo Guimarães, CEO do Pan.

“Andando pelo País, aprendi muito com os brasileiros, sobre suas alegrias e também suas dores. Me junto ao Pan com um olhar complementar na definição estratégica não só de produtos financeiros, mas também de educação, inclusão e criação de ferramentas que gerem mais oportunidades à sociedade”, disse Luciano Huck.

(com Reuters e Estadão Conteúdo)

Para entender como operar na bolsa através da análise técnica, inscreva-se no curso gratuito A Hora da Ação, com André Moraes.

The post Ações de Vale e de siderúrgicas sobem com atenção ao minério de ferro; Braskem tem leve alta após rating elevado pela S&P appeared first on InfoMoney.