Decisão partiu de reunião entre sindicato, prefeitura e Tribunal Regional do Trabalho. Novo encontro ficou marcado para as 18h da segunda-feira (18). Rodoviários fazem protesto devido à atraso no pagamento de benefícios
Édson Oliveira/Arquivo pessoal
Os ônibus da empresa Expresso Assur de Guaíba, na Região Metropolitana de Porto Alegre, devem voltar a funcionar com 40% da frota nesta quarta-feira (13), segundo acordo firmado entre sindicato, prefeitura e Tribunal Regional do Trabalho.
Trabalhadores da Assur fizeram um protesto na manhã da segunda-feira (11), bloqueando a garagem da empresa para que os ônibus não saíssem, e a movimentação seguiu nesta terça (12).
Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Guaíba, Luiz Carlos Veiga Martins, os trabalhadores não ganharam o 13° salário de 2020, e não recebem vale-alimentação e cesta básica há mais de um ano e meio. A prefeitura afirma estar com tudo pago.
“Estamos com todas as nossas obrigações em dia com a empresa. Estou criando um grupo de trabalho para definir um novo formato de transporte. Quero um transporte público viável, eficiente e que atenda todas as necessidades da nossa comunidade”, afirma o prefeito de Guaíba, Marcelo Maranata.
Após a reunião desta terça ficou definido que os ônibus voltem a circular a partir das 4h30 da manhã. Uma nova reunião ficou marcada para as 18h da próxima segunda-feira (18).
Rodoviários fazem protesto devido a atraso no pagamento de benefícios em Guaíba