mask for prevention of respiratory diseases, with the American flag painted. US pandemic concept. North america corona virus, risk of epidemic.

SÃO PAULO – O mercado financeiro revisou suas projeções para a Selic e agora vê um espaço maior para a alta da taxa básica de juros neste e no próximo ano.

Agora, as estimativas apontam para Selic a 3,25% até o fim deste ano (ante 3,00% na última semana) e para 4,75% até dezembro de 2022, contra projeção anterior de 4,50%. Os dados constam no relatório Focus, divulgado pelo Banco Central na manhã desta segunda-feira (11).

Atualmente, a taxa básica de juros está em 2,00% ao ano; a próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), a primeira do ano, acontece na semana que vem, nos dias 19 e 20 de janeiro.

Ainda entre os indicadores do Focus, as expectativas apontam para inflação de 3,34% em 2021 (ante 3,32% na semana passada) e de 3,20%, em 2022, sem alterações em relação ao levantamento anterior. Para o ano passado, a estimativa ficou praticamente estável em 4,37%.

Com relação ao desempenho da economia brasileira, os economistas consultados pelo BC veem crescimento de 3,41% do Produto Interno Bruto (PIB) este ano, em linha com o avanço de 3,40% esperado anteriormente, e de 2,50%, em 2022 (sem mudanças ante a semana passada).

Já para 2020, as projeções são de queda de 4,37%, ante contração de 4,36% no levantamento anterior.

Por fim, no que tange às estimativas para o dólar, estas foram mantidas inalteradas e apontam para a moeda americana negociada a R$ 5,00 este ano e a R$ 4,90, no próximo.

Top 5

Entre os economistas ouvidos pela autoridade monetária que mais acertam as previsões, reunidos no grupo “Top 5 médio prazo”, as projeções para inflação e taxa Selic foram alteradas.

Diante do aumento dos preços, o grupo revisou para cima a expectativa para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) neste e no próximo ano.

Para 2021, a estimativa foi elevada de 3,41% para 3,74%, e para 2022, de 3,52% para 3,63%. Para o ano passado, a projeção para a inflação teve queda, de 4,34% para 4,31%.

Com relação à taxa básica de juros, esta deve subir para 2,88% até dezembro de 2021 (ante projeção anterior de 3,00%). Para 2022, a projeção se manteve em 4,00%.

Já no câmbio, as estimativas não sofreram alterações e seguem apontando para a moeda americana negociada a R$ 5,05 ao fim de 2021, e a R$ 4,93, em 2022.

PROCURA-SE: Profissionais de todas as formações estão migrando para uma das profissões mais bem remuneradas do mercado. Entenda como fazer o mesmo nesta série gratuita do InfoMoney!

The post Mercado eleva projeções para a Selic e vê taxa de 3,25% em 2021, e de 4,75%, em 2022 appeared first on InfoMoney.