Segundo a BM, o homem, de 18 anos, estava com um saco com 39 pedras de crack, 130 gramas de maconha e uma balança precisão, que foram apreendidos. Condutor da moto foi preso. Pedras de crack, maconha e uma balança precisão que foram apreendidos pela Brigada Militar em Montenegro
Brigada Militar/Divulgação
Um jovem de 18 anos morreu na madrugada de domingo (10) após a moto que ele estava na carona se envolver em uma perseguição com a Brigada Militar em Montenegro, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Ele foi baleado, chegou a ser levado ao hospital, mas não resistiu.
A Brigada Militar alega que o tiro foi disparado como legítima defesa. Segundo a BM, durante a perseguição, o condutor da motocicleta não parou e avançou em direção a uma policial, que estava ao lado do veículo. Foi, então, que a Brigada atirou.
O jovem baleado caiu da moto e, de acordo com a BM, foi encontrado com ele um saco com 39 pedras de crack, 130 gramas de maconha e uma balança precisão, que foram apreendidos.
Mesmo após o disparo, o condutor seguiu em fuga, mas acabou sendo pego após um quilômetro. Ele foi preso em flagrante por tentativa de homicídio, tráfico, direção perigosa e dirigir sem carteira de motorista.
Ainda de acordo com a Brigada, essa motocicleta é alvo de abordagem desde a semana passada, quando foi flagrada em uma situação suspeita de tráfico.
Policiais envolvidos na ocorrência estão sendo ouvidos, e a Brigada Militar tem 40 dias para apresentar o inquérito policial.
A policial que estava do lado de fora da viatura para fazer a abordagem não chegou a ser atropelada e não teve ferimentos para ser levada ao hospital. Ela será encaminhada para tratamento psicológico por causa do trauma.
Veja vídeos de notícias do Rio Grande do Sul