A Secretaria Municipal da Cultura (SMC) realizará a cerimônia de entrega do Prêmio Açorianos de Música em formato virtual pela primeira vez. A solenidade estava prevista para o mês de abril, mas precisou ser adiada em consequência da pandemia de Covid-19. Com o tema Cidade da Música, o evento ocorrerá no dia 28 de novembro, sábado, às 19h, no palco do Salão de Atos da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), sem presença de público e com transmissão ao vivo pela TVE, pelo canal da UFRGS TV no YouTube e na página da Coordenação de Música da SMC no Facebook.

No evento serão anunciados os álbuns, compositores, intérpretes e instrumentistas vencedores nas categorias Música Regional, Música Popular Brasileira, Música Erudita, Música Instrumental e Música Pop. Também serão entregues os prêmios de Homenageado do Ano, Espetáculo do Ano, DVD do Ano, Arranjador, Projeto Gráfico, Melhor Álbum Infantil, Produtor Musical e Álbum do Ano e Revelação do Ano. Os premiados participarão da solenidade por meio de videochamada.

Ao longo da noite, os mestres de cerimônia Fernando Zugno e Negra Jaque convidam os espectadores a acompanhá-los por um passeio pela Cidade da Música, que tem abertura com a exposição “Mais tambor menos motor”. O trabalho reúne os artistas do Quilombo do Sopapo, com trilha sonora de Richard Serraria, marcando o encerramento do Novembro Negro, um mês potente de debate sobre uma sociedade antirracista.

Confira os finalistas Prêmio Açorianos 2020

Compositores

POP

– Bel Medula – Pele/Osso

– Clarissa Ferreira – As Tubas – Corpo/ Espaço

– Marcelo Guimarães – Fubango

– Saulo Fietz – Hoje Eu Vejo

– Tati Portela – Impermanência

ERUDITO

– Dimitri Cervo – Música Sinfônica

INSTRUMENTAL

– Gambona – Ventos do Sul

– James Liberato – Manacô

– João Maldonado – Beauty

– Yvan Etienne – Karmã – Travessia

MPB

– Pedro Borghetti – Linhas de Tempo

REGIONAL

– Rômulo Chaves – Vida e Verso

– Carlos Roberto Hahn – Beira Mar, Beira Rio

Intérpretes

POP

– Matheu Correa – Meu Black é Rock

– Saulo Fietz – Hoje Eu Vejo

– Sérgio Rojas – Atemporal

– Tati Portela – Impermanência

ERUDITO

– Cintia de los Santos – Serenata

– José Milton Vieira – Plural

INSTRUMENTAL

– Elias Barboza – Sexteto Gaúcho

– João Maldonado – Beauty

MPB

– Adriana Deffenti – Controversa

– Dudu Sperb – Navegante

– Glau Barros – Brasil Quilombo

– Maria Luiza – Samba e Amor

REGIONAL

– Jean Kirchoff – Vida e Verso

– Volmir Coelho – Beira Mar, Beira Rio

Instrumentistas

POP

– Dhouglas Umabel – Atemporal (violino)

– João Correa – Pimenta Buena

– Matheu Correa – Meu Rock é Black (guitarra)

ERUDITO

– Diego Grandene – O Clarinete na obra de Bruno Kiefer

– Fernando Cordella – Serenata

– José Milton Vieira – Plural (trombone)

INSTRUMENTAL

– Gambona Ventos do Sul – (guitarra)

– Yvan Etienne – Karmã

MPB

– Daniel Wolff – Iberoamericano

REGIONAL

– Régis Reis – Vida e Verso

– Violas ao Sul – Violas ao Sul

Discos

POP

– Disco 03 – Pimenta Buena

– Impermanência – Tati Portella

– Meu Rock é Black – Matheu Correa

– Monema – Plano de Fuga e Outros Planos

– Pele/Osso – Bel Medula

ERUDITO

– Carmen&OsViolões – Violões de Porto e Ana Medeiros La Negra

– Plural – José Milton Vieira

– Serenata – Fabiano Bonella Cunha

INSTRUMENTAL

– Beauty – João Maldonado

– Bicho Solto – Sexteto Gaúcho

– Manacô – James Liberato

– Travessia – Karmã

MPB

– Brasil Quilombo – Glau Barros

– Contando Histórias – Calote

– Controversa – Adriana Deffenti

– Corpo/Espaço – As Tubas

REGIONAL

– Beira Mar, Beira Rio – Roberto Hahn e Volmir Coelho

– Vida e Verso – Jean Kirchoff

Revelação

POP

– Disco 3 – Pimenta Buena (Disco)

– Matheu Corrêa – Meu Rock é Black (compositor)

– Músicas para Segunda-Feira – Bibiana Petek (Disco)

– Pele/Osso – Bel Medula (Disco)

ERUDITO

– José Milton Vieira – Plural como instrumentista

MPB

– Glau Barros – Brasil Quilombo (intérprete)

Infantil

– Plinc – Jorge H. S. Gomes

– A Fubica da Vovó – Tuny Brum

– Musicards – Thiago Di Luca

Espetáculo

– Anatômica – Viridiana

– Espetáculo Ayò – Jorge Foques

– Orquestra Villa-Lobos – Afrika

– Brasil Quilombo – Glau Barros

– Corpo | Espaço – As Tubas

– Controversa – Adriana Deffenti

– Atemporal – Sergio Rojas